De acordo com pesquisas, 60% dos jovens com curso superior desempenham outras atividades profissionais que muitas vezes não tem nada a ver com o que estudaram. Quantas pessoas você conhece que fizeram um curso superior e trabalham com outra atividade? Acredito que várias.

A escolha da profissão se dá na adolescência, um momento difícil da vida do ser humano, época em que está acontecendo um turbilhão de coisas na mente e no corpo dos jovens. É um período em que o jovem tem insegurança porque falta o autoconhecimento, não sabe exatamente o que quer, quais são seus pontos fortes, seus pontos de melhoria, seu propósito de vida. Não é um momento fácil para fazer escolhas.

Hoje, e cada vez mais, são apresentadas muitas profissões o que abre um leque enorme de oportunidades. A ansiedade de ter que escolher, a pressão dos pais, da sociedade, as dúvidas se o que gostam trará retorno financeiro, se irão escolher certo, se serão felizes com sua escolha, todos esses fatores confundem e geram muitas incertezas na cabeça dos jovens.

Alguns jovens fazem sua opção de carreira pensando na profissão que serão bem remunerados, que terão projeção social, ou que os pais fizeram para seguir o mesmo caminho. E esquecem, ou não tem consciência do quanto é importante fazermos o que gostamos, o que realmente dá sentido às nossas vidas. Como fala Confúcio: “Escolhe um trabalho de que gostes, e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida. ” Por isso é necessário ir além do conhecimento técnico, é preciso descobrir sua real vocação.

O coaching vocacional é um processo onde o jovem sai da incerteza em relação ao que estudar para ter maior clareza da escolha do que quer seguir profissionalmente. No processo de coaching o jovem será direcionado, através perguntas, a descobrir seus valores, seus gostos, suas vontades, ao conhecimento e desenvolvimento de capacidades e habilidades. O que vai além do lado profissional, pois ele acaba desenvolvendo habilidades importantes para usa vida como um todo.

Um processo de coaching vocacional passa por diversas fases:

Coaching Education – nessa fase há o entendimento do processo e levantamento de expectativas. Geralmente essa primeira sessão acontece com a presença dos pais ou responsáveis e o jovem.

Autoconhecimento – através de atividades de autoconhecimento, ajuda o jovem a se entender melhor e assim poder fazer uma escolha mais adequada ao seu perfil. Nessa fase falamos sobre valores, habilidades, competências e crenças.

Planejamento/ações – o processo não serve somente para preparar o jovem para escolha da profissão, mas também para o mercado de trabalho, desenvolvendo comportamentos e competências necessárias. Nessa fase discutimos objetivos, metas, tomadas de decisões, mudança de hábitos.

Pesquisa – é feita uma análise do cenário, onde o jovem faz uma pesquisa do mercado de trabalho e do mercado educacional: quais as melhores faculdades, como é o profissional que trabalha naquela profissão, como é o mercado de trabalho.

Avaliações – levantamento dos resultados e avaliação do processo.

O coaching promove resultados extraordinários como desenvolvimento de habilidades, gestão do tempo, melhora no planejamento de vida, autoconhecimento, desenvolvimento de competências, conhecimento de seus pontos fortes e a melhorar, evolução contínua, entre tantos outros. 

Esse processo é fundamental para o jovem que quer fazer uma escolha certa!

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Conteúdo relacionado